Lo scrittore brasiliano Antônio Torres a Lisbona nella "Casa da América Latina"
Antonella Rita Roscilli
TESTO IN ITALIANO   (Texto em portugûes)

                                                                                                                                

                                                                                                                                                                        Newsletter Rivista Sarapegbe 20/1/2015
Lo scrittore brasiliano Antônio Torres, originario dello stato di Bahia, sarà a Lisbona il 22 gennaio 2015, invitato dalla "Casa da América Latina" per un incontro letterario dal titolo "Relações Transatlânticas "("Relazioni Transatlantiche"), durante il quale illustrerà la sua lunga esperienza in Portogallo. L'iniziativa ha il sostegno del Centro di Ricerca della Facoltà di Lettere della Università di Lisbona. Vincitore del Premio Jabuti nel 2007 per l'opera  "Pelo Fundo da Agulha" e conosciuto per il romanzo "Essa Terra", pubblicato in Italia nel 2001 ("Questa Terra" - Ed. Robin), lo scrittore baserà il suo intervento soprattutto sul suo apprendistato letterario avvenuto durante i periodi trascorsi in Portogallo. 

Ricordiamo che Torres in Brasile ha vinto il prestigioso Premio Machado de Assis (2000) e la Zaffari e Bourbon (2001). Oltre a 11 romanzi, ha pubblicato un racconto, un libro per bambini e una cronaca, profili e memorie. Le sue opere vengono pubblicate in Brasile dall'editore Record. Dall'aprile 2014 ricopre il seggio n. 23 dell'Accademia Brasiliana di Lettere, sul quale si sono succeduti, tra gli altri, Machado de Assis, Otávio Mangabeira, Jorge Amado, Zélia Gattai e Luiz Paulo Horta. Il seggio ha come patrono José de Alencar.

Nella sua terra natale occupa invece il seggio n. 9 dell'Accademia di Lettere di Bahia, ove è stato eletto all'unanimità il 30 ottobre 2014. Il seggio era stato occupato in precedenza dallo scrittore baiano João Ubaldo Ribeiro. Inoltre Torres è curatore della "Nuvem de Livros"https://www.nuvemdelivros.com.br/, prestigiosa biblioteca online, creata da Jonas Suassuna, presidente del Grupo Gol, che offre più di 10.000 contenuti e archivi. Si può navigare tra decine di scaffali di libri, sale tematiche, corsi e visite virtuali guidate a centri culturali e musei.

                                                                 

Lo scrittore brasiliano è nato a Junco, attuale municipio di Sátiro Dias (Bahia), scenario di alcuni suoi romanzi, come O cachorro e o lobo e Essa terra, il suo maggiore successo, tradotto anche in Argentina, Cuba, Francia, Germania, Stati Unidi, Albania e Bulgaria.

Nel 1998 il governo francese lo ha insignito dell'onorificienza “Chevalier des Arts e des Lettres” per le sue opere pubblicate in Francia. In Portogallo sono usciti due suoi romanzi: "O nobre seqüestrador" (Saída de Emergência, 2006) e "Meu querido canibal" (Figueirinhas, 2004). Ha scritto "O Porto Bebido e Revivido", un testo in due parti, separate nel tempo e risultato di due viaggi dell'autore a Lisbona.  

Ricordiamo che la "Casa da América Latina" della capitale portoghese è stata costituita nel 1998 con l'obiettivo di avvicinare il Portogallo e l'America Latina sviluppando azioni di stimolo alla conoscenza e alla cooperazione con i paesi latino-americani.   
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ELENCO DELLE OPERE DI ANTÔNIO TORRES
Um Cão Uivando para a Lua (romance). Rio de Janeiro, Edições Gernasa, 1972; 3a ed., São Paulo, Ática, 1979.
Os Homens dos Pés Redondos (romance). Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1973; 3a ed., Rio de Janeiro, Record, 1999.
Essa Terra (romance) São Paulo, Ática, 1976; 15a ed., Rio de Janeiro, Record, 2001.
Carta ao Bispo (romance). São Paulo, Ática, 1979; 2a ed., São Paulo, Ática, 1983.
Adeus, Velho (romance). São Paulo, Ática, 1981; 4a ed., São Paulo, Ática, 1994.
Balada da Infância Perdida (romance). Prêmio nel 1987, Pen Clube do Brasil, categoria "Romance". Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1986; 2a ed., Rio de Janeiro, Record, 1999.
Um Táxi para Viena D’Áustria e Essa Terra. Per questi due libri, tradotti in Francia, riceve dal governo francese il titolo di "Cavaliere delle Arti e delle Lettere" nel 1999.  (São Paulo, ed.Companhia das Letras, 1991; 4a ed., Rio de Janeiro, Altaya/Record - Coleção Mestres da Literatura Protuguesa e Brasileira, 1999; 5a ed., Record, 2001).
Centro das Nossas Desatenções (crônica). Rio de Janeiro, RioArte/Relume-Dumará, 1996.
O Cachorro e o Lobo em 1999 riceve il Premio "Hors-concours de Romance" (per opera pubblicata) della União Brasileira de Escritores. Rio de Janeiro, Record, 1997; 2a ed., Rio de Janeiro, Record, 1998.
O Circo no Brasil (cronaca) Rio de Janeiro/São Paulo, Funarte/Atração, 1998.
Meninos, Eu Conto (literatura para jovens). Rio de Janeiro, Record, 1999; 3a ed., Record, 2001.
Meu Querido Canibal (romance). Rio de Janeiro, Record, 2000; 2a ed., Record, 2001.
O Nobre Sequestrador (romance). Rio de Janeiro, Record, 2003.
Pelo Fundo da Agulha (romance). 2006, Rio de Janeiro, Record.
Minu, O Gato Azul (infantil) Rio de Janeiro, 2007.
Sobre Pessoas (crônicas), Editora Leitura, Belo Horizonte, 2007.
Do Palácio do Catete à venda de Josias Cardoso, Editora Ibis Libris, 2007

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
©2015 News Nuovi Percorsi-SARAPEGBE                                          
E’ vietata la riproduzione, anche parziale, dei testi pubblicati nella rivista senza l’esplicita autorizzazione della Direzione
-------------------------------------------------------------------------------


TEXTO EM PORTUGÛES   (Testo in italiano)

                                                                                                        
                                                                                                                                                               Newsletter Rivista Sarapegbe 20/1/2015

O escritor brasileiro Antônio Torres na "Casa da América Latina" de Lisboa

por
Antonella Rita Roscilli

 
                                                                 

O escritor brasileiro Antônio Torres estará em Lisboa no dia 22 de janeiro de 2015, convidado pela Casa da América Latina para um encontro literário intitulado "Relações Transatlânticas" em que falará da sua experiência em Portugal. A iniciativa conta com o apoio do Centro de Investigação da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Nascido no estado da Bahia, vencedor  do Premio Jabuti em 2007, pela obra "Pelo Fundo da Agulha" e reconhecido sobretudo pelo romance "Essa Terra", Antônio Torres basearà sua intervenção na aprendizagem que lhe adveio dos períodos em que viveu no Portugal. 

O escritor ganhou o Prêmio Machado de Assis (2000) e o Zaffari e Bourbon (2001) pelo conjunto da sua obra. Além de 11 romances, publicou um livro de contos, um livro infantil e um de crônicas, perfis e memórias. Sua obra é editada pela Record.

Ocupa desde abril de 2014 a cadeira n. 23 da Academia Brasileira de Letras que anteriormente pertenceu, entre os outros, a Machado de Assis, Otávio Mangabeira, Jorge Amado, Zélia Gattai e Luiz Paulo Horta. A cadeira tem como patrono José de Alencar. Torres em 30 de outubro de 2014 foi eleito por unanimidade também na  Academia de Letras da Bahia, sua terra natal, onde ocupa a cadeira de número 9, ocupada anteriormente pelo também romancista baiano João Ubaldo Ribeiro.

Torres è curador da "Nuvem de Livros" https://www.nuvemdelivros.com.br/, prestigiosa biblioteca online, criada pelo empresário Jonas Suassuna, presidente do Grupo Gol, e que disponibiliza  mais de 10 mil conteúdos e arquivos educacionais. Navega-se por suas dependências entre dezenas de prateleiras de livros, salas temáticas, cursos e visitas “guiadas” a centros culturais e museus. 
                                                                 
                                                                       

O romancista baiano nasceu em Junco, atual município de Sátiro Dias e cenário de alguns dos seus romances, a exemplo de O cachorro e o lobo e Essa terra, seu maior sucesso. que foi publicado,  também na Itália com titulo "Questa Terra", (Ed. Robin, 2001) Robin). Tem livros publicados em Cuba, Argentina, França, Alemanha, Estados Unidos, Albânia e Bulgária, entre outros países.

Foi condecorado pelo governo francês, em 1999, com a Ordem “Chevalier des Arts e des Lettres”, por suas obras publicadas no país. No Portugal tem dois dois romances publicados: "O nobre seqüestrador" (Saída de Emergência, 2006) e "Meu querido canibal" (Figueirinhas, 2004). Escreveu ainda "O Porto Bebido e Revivido", um texto não -ficcional em duas partes separadas no tempo, resultante de duas viagens do autor à cidade portuguesa. 

Destacamos que a "Casa da América Latina" de Lisboa é uma associação constituída pelo Município de Lisboa, pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, pelas Embaixadas dos países latino-americanos e por um conjunto de empresas. Foi criada em 1998 com a missão de aproximar Portugal da América Latina através do estímulo ao conhecimento e da cooperação com os países latino-americanos. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
OBRAS LITERÁRIAS DE ANTÔNIO TORRES
Um Cão Uivando para a Lua (romance). Rio de Janeiro, Edições Gernasa, 1972; 3a ed., São Paulo, Ática, 1979.
Os Homens dos Pés Redondos (romance). Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1973; 3a ed., Rio de Janeiro, Record, 1999.
Essa Terra (romance) São Paulo, Ática, 1976; 15a ed., Rio de Janeiro, Record, 2001.
Carta ao Bispo (romance). São Paulo, Ática, 1979; 2a ed., São Paulo, Ática, 1983.
Adeus, Velho (romance). São Paulo, Ática, 1981; 4a ed., São Paulo, Ática, 1994.
Balada da Infância Perdida (romance). Prêmio em 1987, Pen Clube do Brasil, categoria "Romance". Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1986; 2a ed., Rio de Janeiro, Record, 1999.
Um Táxi para Viena D’Áustria por ter este livro e Essa Terra traduzidos na França, recebe, do governo francês, o título de "Cavaleiro das Artes e das Letras" em 1999. São Paulo, Companhia das Letras, 1991; 4a ed., Rio de Janeiro, Altaya/Record - Coleção Mestres da Literatura Protuguesa e Brasileira, 1999; 5a ed., Record, 2001.
Centro das Nossas Desatenções (crônica). Rio de Janeiro, RioArte/Relume-Dumará, 1996.
O Cachorro e o Lobo em 1999 ganha o Prêmio "Hors-concours de Romance" (para obra publicada) da União Brasileira de Escritores. Rio de Janeiro, Record, 1997; 2a ed., Rio de Janeiro, Record, 1998.
O Circo no Brasil (crônica). Rio de Janeiro/São Paulo, Funarte/Atração, 1998.
Meninos, Eu Conto (literatura para jovens). Rio de Janeiro, Record, 1999; 3a ed., Record, 2001.
Meu Querido Canibal (romance). Rio de Janeiro, Record, 2000; 2a ed., Record, 2001.
O Nobre Sequestrador (romance). Rio de Janeiro, Record, 2003.
Pelo Fundo da Agulha (romance). 2006, Rio de Janeiro, Record.
Minu, O Gato Azul (infantil) Rio de Janeiro, 2007.
Sobre Pessoas (crônicas), Editora Leitura, Belo Horizonte, 2007.
Do Palácio do Catete à venda de Josias Cardoso, Editora Ibis Libris, 2007

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
© 2015 News Nuovi Percorsi-SARAPEGBE. É proibida a reprodução, mesmo que parcial, dos textos publicados na Revista sem a explícita autorização da Direção.
Traduzione di A.R.R.
Antonella Rita Roscilli, brasilianista, giornalista, scrittrice e traduttrice. Da oltre venti anni si dedica in Europa alla divulgazione della cultura latinoamericana. In particolare, cultura e attualità del Brasile e Paesi dell’Africa di lingua portoghese, attraverso programmi radiofonici, interventi in convegni, pubblicazioni in quotidiani, riviste e nel'area accademica. Ideatrice nell'area documentaristica. Laureata in Italia in Lingua e Letteratura Brasiliana con una tesi sulla memorialista Zélia Gattai, è Mestra em Cultura e Sociedade presso l'Università Federale in Brasile. In Brasile è membro corrispondente della Academia de Letras da Bahia e appartiene all'Instituto Geográfico e Histórico (IGHB). E' biografa di Zélia Gattai Amado. Tra le sue pubblicazioni, le opere Zélia de Euá Rodeada de Estrelas (ed. Casa de Palavras, 2006), Da palavra à imagem em “Anarquistas, graças a Deus” (ed. Edufba/Fapesb, 2011). Ha curato in Italia la post-fazione dell’edizione di Un cappello di viaggio (ed. Sperling &Kupfer).