Santarém possiede Casa do Brasil e la tomba de Cabral
Duda Tawil
Foto: Duda Tawil
TESTO IN ITALIANO   (Texto em portugûes)

Poco conosciuta in Brasile, dove esiste una città amazzonica che porta lo stesso nome nello stato del Pará, la Santarém portoghese si trova a soli 80 km da Lisbona, capitale del paese. A sua volta, è la capitale della regione di Ribatejo ed è bagnata dal maestoso fiume Tago. Fu toccata da Fenici, Greci e Cartaginesi. La sua fondazione rimonta alla mitologia greco-romana e cristiana. È sempre stata coinvolta nelle principali vicende storiche del Portogallo. E' sufficiente citare due date molto importanti: il 15 marzo 1147 quando il re Afonso Henriques  liberò la città dalla dominazione dei Mori, e l'alba del 25 aprile 1974 - la Rivoluzione dei Garofani), quando il capitano Salgueiro Maia partì da Santarém verso Lisbona a capo dei suoi cadetti. In poche ore liberò  il Portogallo dalla dittatura di Salazar. Il Paese, a tutt'oggi, è uno stato democratico.
 
                                                             
                                                                                  Foto: Duda Tawil 

Ad ogni angolo delle vie, nel centro storico della città, si incontrano chiese costruite tra i secoli  XIII e XV, che le hanno conferito il titolo di "Capitale del gotico portoghese", per il ricco patrimonio e le molte storie interessanti da raccontare. E' il caso della Chiesa de Nossa Senhora das Graças, dove sono conservate importanti tombe, come quella del navigatore Pedro Álvares Cabral. Proprio accanto ad essa si trova la Casa do Brasil / Casa Pedro Álvares Cabral. È stata inaugurata il 9 marzo 2000, nel contesto delle celebrazioni dei 500 anni della scoperta del Brasile. In quell' occasione la città fu insignita della Ordem do Rio Branco, la più alta onorificienza conferita dallo Stato brasiliano a personalità e istituzioni straniere. Si trova a Rua Vila de Belmonte, 13-15. (www.facebook.com/casadobrasilsantarem) Contatto: casa.brasil@cm-santarem.pt.
 
                                                                 
                                                                                Foto Duda Tawil

Santarém, oltre ad essere una città storica, è anche sede di eventi importanti. Negli ultimi dieci giorni di ottobre 2017 gli amanti del buon cibo hanno potuto partecipare al tradizionale Festival della Gastronomia Nazionale, giunto alla 37a edizione. Inoltre, dal 24 al 28 ottobre 2017, la città è stata sede del VI Simelp, il Simpósio Mundial de Estudos da Língua Portuguesa, che ha richiamato migliaia di intellettuali del mondo latino e lusofono. Santarém possiede terre fertili che donano grandi vini e eccellenti prodotti, per cui nella regione si compie un iter completo, direttamente "dal campo al piatto". Perciò tutti i visitatori sono invitati ad immergersi nei sapori della tradizione e dell'innovazione culinaria.
                                                                 
                                                                  Foto Duda Tawil
Consigli e servizi
Come arrivare: Da Lisbona, l'accesso è molto facile in treno, dato che Santarém dista soli 40 minuti dalla stazione di Santa Apolónia / Gare do Oriente. A nord, si trova a 240 km da Porto, la seconda città portoghese per estensione, con treni dalla stazione di Campanhã / stazione di São Bento (centro città). Tuttavia, il treno più vicino è da Fatima: 56 km. Ci sono anche servizi di autobus da Rede Expressos, comodi e puntuali, dalle stazioni degli autobus delle città citate, e molti altri, da prenotare con il numero 707 22 33 44.
 
Dove alloggiare: In città tre opzioni sono Santarém Hotel (4 stelle), Santarém Hostel e Quinta dos Anjos. A Fatima: Hotel Aleluia (3 stelle, www.hotelaleluia.pt e info@hotelaleluia.pt). A Porto: Hotel Nave (2 stelle), Hotel Cristal (4 stelle, www.hoteiscristal.pt), Vila Galé e Pestana (5 stelle). A Lisbona: Eduardo VII (3 stelle), Vip Executive Art's Hotel (www.hotelartsvipexecutive.com), Olissipo Oriente, Tryp Hotel e Mundial (est, molto centrale), tutte 4 stelle: e Dom Pedro, 5 stelle.
 
Informazioni generali: Ufficio del turismo, in via Capelo Ivens, 63, nel centro della città. Contatti: turismo@cm-santarem.pt e www.cm-santarem.pt
 




Duda Tawil Giornalista brasiliano di Salvador, stato di Bahia. Membro della Abrajet (Associazione Brasiliana di Giornalisti e Scrittori di Turismo). Laureato in Giornalismo alla UFBA (Brasile), ha due diplomi alla Sorbonne in "Civilizzazione Francese" e "Linguistica Francese" e un Master in Turismo all'Università di Nizza. Altri studi svolti all’Università di Chicago. Collaboratore del giornale nazionale dello stato di Bahia “A Tarde” e della "Gazeta do Turismo". Vive tra il Brasile e la Francia riportando, quale giornalista corrispondente, notizie dei molti eventi culturali a cui partecipa. Membro dell’Associazione Stampa Straniera di Parigi dal 1989. Dal 2000 è, inoltre, Guida Ufficiale Turistica e fa parte della Embratur (Empresa Brasileira de Turismo – Ministério do Turismo de Brasília).
 

© SARAPEGBE                                                             
E’ vietata la riproduzione, anche parziale, dei testi pubblicati nella rivista senza l’esplicita autorizzazione della Direzione


-------------------------------------------------------------------------------


TEXTO EM PORTUGÛES   (Testo in italiano)

Santarém tem Casa do Brasil e túmulo de Cabral
por
Duda Tawil

                                                                 
                                                                  Foto: Duda Tawil

Muito pouco conhecida no Brasil, onde tem uma "xará" amazônica, no Estado do Pará, a Santarém portuguesa dista apenas 80 km da capital do país, Lisboa. Por sua vez, ela é a capital da Região do Ribatejo, e é banhada pelo majestoso rio Tejo. Foi contactada por Fenicios, Gregos e Cartagineses. Sua fundação reporta à mitologia greco-romana e cristã e está desde sempre envolvida nos principais momentos históricos de Portugal, até os nossos dias. Por exemplo, basta citar dois fatos importantíssimos: a sua conquista da dominação dos Mouros pelo rei D. Afonso Henriques em 15 de março de 1147, até a partida em direção a Lisboa dos tanques comandados pelo Capitão Salgueiro Maia na madrugada de 25 de abril de 1974 - a Revolução dos Cravos -, que em poucas horas conquistaram um país livre da ditadura de Salazar, e que até então segue democrático.
                                                             
                                                              Foto: Duda Tawil

No Centro Histórico da cidade, em cada esquina se encontram templos construídos entre os Sécs. XIII e XV, que lhe conferem a fama de "Capital do Gótico Português", com rico patrimônio e muitas interessantes histórias para contar. É o caso da Igreja de Nossa Senhora da Graça, onde no seu interior se conservam importantes túmulos, como o do navegador Pedro Álvares Cabral. Bem ao lado dela, está a Casa do Brasil/Casa Pedro Álvares Cabral, assim o seu nome. Ela foi inaugurada em 9 de março de 2000, no contexto das comemorações dos 500 anos do achamento do Brasil. Na ocasião, a cidade recebeu a Ordem do Rio Branco, a mais alta insígnia atribuída pelo Estado brasileiro a personalidades e instituições estrangeiras. Fica na Rua Vila de Belmonte, 13-15. (www.facebook.com/casadobrasilsantarem) Contato: casa.brasil@cm-santarem.pt.

                                                                 
                                                                 Foto: Duda Tawil

Santarém, além de ser uma cidade com muita história e autenticidade, acolhe eventos de envergadura. Os amantes da boa mesa frequentam há 37 anos o tradicional Festival Nacional de Gastronomia, no final de outubro, durante 10 dias. Recentemente, a cidade foi  a sede do VI Simelp, o Simpósio Mundial de Estudos da Lingua Portuguesa, que aconteceu de 24 a28 de outubro  de 2017, e que atraiu milhares de intelectuais do mundo latino e lusófono. Para completar, as suas terras, propícias para agricultura, são o berço de grandes vinhos e excelentes produtos agrícolas, fazendo da região o percurso completo “do campo ao prato”, onde todos os visitantes são convidados a mergulharem nos sabores da tradição e da inovação culinária.
                                                                 
                                                                  Foto: Duda Tawil
Dicas e serviços

Como chegar : de Lisboa, o acesso é muito fácil por trem, pois da Estação Santa Apolônia/Gare do Oriente a Santarém são somente 40 minutos. Pelo norte, ela fica a 240 km do Porto, a segunda maior cidade portuguesa, com trens da Estação Campanhã/ Estação de São Bento (centro da cidade). Porém, o mais perto é de Fátima: 56 km. Existem também os serviços de ônibus da Rede Expressos, confortáveis e pontuais, das estações rodoviárias das cidades citadas, e muitas outras, com reservas pelo número 707 22 33 44.

Onde ficar: na própria cidade, três opções, que são o Santarém Hotel (4 estrelas), Santarém Hostel e a Quinta dos Anjos. Em Fátima: Hotel Aleluia (3 estrelas, www.hotelaleluia.pt e info@hotelaleluia.pt). No Porto: Hotel Nave (2 estrelas), Hotel Cristal (4 estrelas, www.hoteiscristal.pt), Vila Galé e Pestana (5 estrelas). Em Lisboa: Eduardo VII (3 estrelas), Vip Executive Art´s Hotel (www.hotelartsvipexecutive.com), Olissipo Oriente, Tryp Hotel e Mundial (este, bem central), todos 4 estrelas: e Dom Pedro, 5 estrelas. 

Informações gerais: Posto de Turismo, na Rua Capelo Ivens, 63, bem no centro da cidade. Contatos: turismo@cm-santarem.pt e www.cm-santarem.pt
 
  
  
 
© SARAPEGBE. É proibida a reprodução, mesmo que parcial, dos textos publicados na Revista sem a explícita autorização da Direção.

Duda Tawil (Eduardo Antonio Jasmin Tawil). Jornalista brasileiro de Salvador, estado de Bahia. Membro da Abrajet (Associação Brasileira de Jornalistas e Escritores de Turismo). Formada em Jornalismo da UFBA (Brasil), possui dois diplomas na Sorbonne, em francês "Civilização Francesa" e "Linguística Francesa" e um Mestrado em Turismo na Universidade de Nice. Outros estudos realizados na Universidade de Chicago. Colaborador do jornal nacional do Estado da Bahia "A Tarde" e "Gazeta do Turismo." Vive entre Brasil e França, como jornalista correspondente, para enviar notícias sobre os muitos eventos culturais em que participa. Membro da Imprensa Estrangeira em Paris desde 1989. Desde 2000 é também Guia Oficial de Turismo e faz parte da Embratur (Empresa Brasileira de Turismo - Ministério do Turismo de Brasília).